Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

5 de julho de 2015

GOVERNAR PARA O POVO OU PARTIDARIZAR O POVO, EIS A QUESTÃO.

Direitos reservados. É permitida a reprodução da reportagem em meios impressos e eletrônicos, somente com a citação do crédito www.brunotomg.blogspot.com  (sob pena da Lei 9.610/1998, direitos autorais).
A ciência política, trata-se da forma de atuação de um governo em relação a determinados temas sociais e econômicos de interesse público: política educacional, política de segurança, política salarial, política habitacional, política ambiental, etc.
O sistema político é uma forma de governo que engloba instituições políticas para governar uma Nação, um Estado ou Município. Monarquia e República são os sistemas políticos tradicionais. Dentro de cada um desses sistemas podem ainda haver variações significativas ao nível da organização. Mas o que esta acontecendo com o nosso país? Estamos vivendo um sistema de governo realmente voltado para o povo? Será que estamos sendo tratados como empregados de uma empresa privada, onde gerente A manda e depois vem gerente B desmanda?
Atualmente o que se vê na mídia em geral são escândalos e mais decepções politicas que deixam o cidadão brasileiro em estado de colapso diante da credibilidade governamental deste país. Vive-se um jogo de partidos políticos em benefícios próprios e não se ver uma busca em governar para o povo independente de classe partidária. Vivemos a era do PSDB com presidente Fernando Henrique, onde viu-se, grandes índices de inflações e depois veio o salva vidas que era o PT com o nosso grande Luiz Inácio Lula da Silva, governo que começou bem mas gerou uma sucessão de escândalos de corrupção que parece não ter fim.
Mas o que chama atenção é como fica o povo brasileiro, no meio dessa briga de partidos. Projetos e programas tanto sociais, de saúde ou de segurança pública ficam parados por motivos que foi o partido tal que começou e vem uma demonstração de incapacidade de outro partido e assim vai, mas chega o partido novo e nada se faz. Digo um desabafo no Sistema Prisional Mineiro, sempre fomos destaque no em todo país no que tange a segurança e na ressocialização dos Presídios e Penitenciárias, espero que essa desenfreada briga partidária não venha afetar esse setor público que é de extrema importância, porque abala toda a estrutura de segurança e as consequências são indescritíveis, espero que aqui não se torne uma Pedrinhas do Maranhão, lá a massa carcerária é mais ou menos de 7000 detentos e aqui são mais de 65000 detentos custodiados pela SUAPI. Quem esteve em Governador Valadares na ultima rebelião, pode acompanhar a aflição e preocupação em como terminaria, se seria sem feridos ou em uma carnificina desenfreada. Temos que preocupar sim porque sou Agente de Segurança Prisional e sei que quem mais sofre é este profissional que além de manter a segurança e manutenção da ordem, torna-se no seu dia a dia trabalhando na custodia dos detentos um psicólogo, um analista técnico jurídico, enfermeiro e por assim vai para dar um jeito de sobreviver num sistema que ate o presente momento esta sob controle, mas pergunto e daqui mais alguns meses como ficaremos, a Policia Militar e Policia Civil estão fazendo o papel deles brilhantemente digno de elogios para ambas corporações, retirando meliante das ruas e termina no Sistema Prisional, a cada dia aumenta-se o numero de detentos e tudo sobra para o Agente de Segurança Prisional, mas ate quando esse profissional vai aguentar, vem o nível de stress por estar diariamente convivendo com situações de conflitos internos entre detentos e facções criminosas que afetam não somente em sua vida profissional mas sim pessoal, estamos com um concurso em andamento a mais de dois anos e o que vejo é um marketing politico perante aos concursados, onde nunca tem a certeza de quando irão ser convocados ou serão nomeados. Chega de tanta briguinha de quem é de partido A ou partido B, temos que ter um profissional de respeito curricular e que conhece ealidade do Agente de Segurança Penitenciário, passa e tanto junto as demais pastas da Subsecretaria se unirem para sanarem as deficiências existentes no SISTEMA PRISIONAL MINEIRO, E NÃO FICAR PROCURANDO QUEM É DE PARTIDO POLITICO PARA NOMEAR A PASTA, independente de quem se vota trabalhamos para  o povo e o povo que qualidade de trabalho para se sentir seguro. O cidadão que paga seus impostos não quer saber quem ganhou ou se tem que dar nomeações para tal pessoa que bancou ou apoio campanha e sim para gestores competentes da área que já passou na pele o que é agente prisional e nunca ficou só em sala de Ceresps, mandando e nunca visitou um pavilhão, que saibam trabalhar em equipe e buscar uma gestão de qualidade em geral.
COMO DESCRITO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL:
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
Parágrafo único: “Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”.

Então vamos governantes trabalhar em prol do povo e não em prol de marcketing politico e de falácias e sim de gestores capacitados e profissionais com currículo que realmente que uma SUAPI melhor.