Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

25 de abril de 2014

PUBLICADO QUANTIDADE DE CANDIDATOS DE INSCRITOS NO CONCURSO DE AGENTE PRISIONAL EDITAL Nº 08/2013 TOTAL DE 96.310 INSCRITOS


PUBLICADO NO IOF A CONVOCAÇÃO DOS 434 EXCEDENTES DO CONCURSO DE AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL

 Como havíamos sido informado pelo SINDASPMG, que a publicação no Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais - IOF que ocorreria essa semana, foi concretizada hoje.
   Encontra-se nas páginas 19, 20, 21 do dia 25 de Abril de 2014. Segue  abaixo link para vizualização.


23 de abril de 2014

ASSESSORA CHEFE DE RELAÇÕES SINDICAIS DA SEDS ENVIA EMAIL AO SINDASPMG INFORMANDO A CONVOCAÇÃO DOS 434 EXCEDENTES, CONVOCANDO NO TOTAL DE 5934 AGENTES PRISIONAIS


Prezado Adeilton,

De ordem da Subsecretária de Gestão de Pessoas, Fernanda Neves, informo que a convocação dos 434 excedentes já se encontra autorizada pela Câmara de Coordenação Geral, Planejamento, Gestão e Finanças. Com a aprovação o total de candidatos convocados para o curso de formação será de 5934.

A SEDS está providenciando a convocação dos candidatos e, conforme informação recebida da Escola de Formação – EFES, os excedentes iniciarão o curso junto com o 2º Grupamento em 05/05/2014.

Atenciosamente,


Helga Beatriz Gonçalves de Almeida
Assessora-chefe de Relações Sindicais
Secretaria de Estado de Planejamento  e Gestão

Descrição: cid:image001.png@01CD91B7.CF58D300

Fonte: Sindaspmg via email para o blog do Agente Bruno.

AGENTE CONFESSA ROUBO DE ARMAS NA CENTRAL DE ESCOLTAS PARA ACERTAR DÍVIDA COM AGIOTA


Agente Penitenciário
Marcos Antônio Oliveira Nogueira
O agente penitenciário Marcos Antônio Oliveira Nogueira, de 38 anos, confessou que arquitetou o roubo de 45 armas na Central de Escoltas, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para quitar dívidas com agiota. Ele relatou que pegou empréstimo de R$ 10 mil, mas que o valor saltou para R$ 30 mil.

Aos policiais que investigam o caso, o agente confessou ainda que usou o remédio Rivotril para dopar os colegas que trabalhavam com ele no dia em que o crime foi cometido. Durante apresentação à imprensa, na manhã desta quarta-feira (23), o homem pediu desculpas à sociedade e aos colegas de profissão. No fim do encontro com os jornalistas, o agente desmaiou e teve que ser socorrido por policiais civis.

Para roubar as armas da Central de Escoltas, Marcos Antônio contou com a ajuda do irmão, o frentista Arthur Rodrigues Nogueira, de 23 anos. Os dois planejaram o crime três dias antes do assalto. Além da dupla, foram presos também Washington Luiz Soares, de 48 anos, e Wanderley Metvker, de 45 anos. O primeiro é acusado de intermediar a venda das armas roubadas enquanto o segundo foi um dos receptadores do arsenal.

Suspeitos foram apresentados pela Polícia Civil nesta quarta-feira

Crime

A Polícia Civil informou que no dia do crime o agente Marcos Antônio preparou salada de fruta para os colegas comerem após o almoço. Para não levantar suspeitas, a sobremesa não estava contaminada. À noite, durante o jantar, ele voltou a fazer a salada, que foi "batizada", juntamente com o suco que foi servido para todos os oito plantonistas.

Aos poucos, de acordo com os investigadores, os agentes começaram a se queixar de dores na barriga e foram dormindo um por um. Quando percebeu que o plano havia dado certo, Marcos Antônio acionou o irmão, que foi até a Central de Escoltas. Juntos, os dois teriam carregado todas as armas em sacos de linhaça. Eles fizeram, no total, cinco viagem para transportar o armamento. A ação durou cerca de 40 minutos.

Depois o frentista foi embora com o arsenal e o irmão alterou a cena do crime. Conforme a investigação, ele tomou do remédio para simular que havia sido contaminado junto com os colegas. Marcos Antônio trabalhava como agente penitenciário há 11 anos e já respondeu por crime de abuso de menor, mas foi absolvido pela Justiça de Teófilo Otoni.
 
Agente penitenciário desmaio no fim da coletiva de imprensa (Foto: Flávio Tavares/Hoje em Dia)

Investigação

No local do crime, peritos da Polícia Civil apreenderam para realização de exames água, o suco e o resto da sala de frutas. A sobremesa encontrada, no entanto, não estava contaminada com o Rivotril. O laudo pericial feito no local do crime e o laudo do material recolhido já foram concluídos. Restam ficar prontos os exames de urina e sangue feitos nos agentes dopados e também o laudo das armas apreendidas.

Além dos quatro presos, a polícia investiga a participação de uma quinta pessoa, identificada como Sandro. Na casa do suspeito, em Neves, foram encontrados parte do arsenal roubado. O homem não é considerado foragido pois não há contra ele mandado de prisão em aberto.

Autuações

Todos os envolvidos no crime foram autuados por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Pelo crime, eles podem pegar até seis anos de cadeia. Os irmãos Marcos Antônio e Arthur foram autuados também por roubo com utilização de violência imprópria.

Os detidos que estavam reclusos no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Gameleira foram transferidos para a Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH. O agente penitenciário foi o único que foi levado para um presídio em São Joaquim de Bicas.

Entenda o caso

As 45 armas foram furtadas da Central de Escoltas, que fica atrás da Penitenciária Dutra Ladeira, na madrugada de 25 de março. Bandidos teriam dopado os agentes penitenciários que faziam a guarda da Central de Escoltas. Com os seguranças desacordados, os suspeitos tiveram cerca de seis horas para agir. A investigação levantava a possibilidade de que o golpe tivesse contado com a ajuda de agentes.


Na madrugada do último sábado (19), uma pistola .40, apreendida pela PM, no bairro Florença, em Ribeirão das Neves, foi apontada como pertencente ao arsenal furtado. A arma, da marca Imbel, tinha um brasão da República, mesmo tipo das pistolas levadas no mês passado. Segundo o delegado Wanderson Gomes, a Polícia Civil ainda vai investigar a origem da arma, mas ele não descarta que seja do arsenal roubado no mês passado.

21 de abril de 2014

AGENTE É PRESO E ARMAS ROUBADAS EM RIBEIRÃO DAS NEVES SÃO RECUPERADAS

Polícia prendeu quatro suspeitos na madrugada deste segunda-feira, entre eles, um agente penitenciário; roubo foi considerado o maior da história do sistema prisional mineiro

PUBLICADO EM 21/04/14 - 14h06    JULIANA BAETA
JOHNNY CAZETTA / NATÁLIA OLIVEIRA
Cidades - Super - Belo Horizonte MGApresentacao de apreensao de armas roubadasPolicia encontra 90% das armas roubadas da central integrada de sistema prisional , perto da penitenciaria Dutra Ladeira em Ribeirao das NevesFOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO / 21.04.2014
  Quatro suspeitos foram presos na madrugada desta segunda-feira (21) pelo envolvimento com o roubo das armas na Central Integrada de Escoltas do Sistema Prisional, perto da Penitenciária Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Entre os suspeitos, está um agente penitenciário. Segundo a Polícia Civil, 95% das armas roubadas, ou seja 39 peças, foram recuperadas.
 
Dentre os presos está o agente penitenciário Marco Antônio de Oliveira. Os outros três presos não tiveram o nome divulgado. Fora apreendidas 1.508 munições  e três pistolas ainda estão sendo procuradas. 
Segundo a polícia, foram 27 dias de investigação. Na última quinta-feira (17), após receberem algumas informações, as buscas foram intensificadas. As apreensões e prisões se deram entre a noite de domingo (20)  e a madrugada desta segunda-feira (21). 
  As apreensões foram feitos em quatro lugares diferentes, próximo a casa do agente. A dona de uma das casas onde armas foram encontradas está sendo procurada pela polícia.  Segundo a Polícia Civil, as pistolas deveriam ser vendidas por R$ 4.000 ou R$ 5.000. Uma submetralhadora seria vendida R$ 21 mil. Os presos ainda serão ouvidos. 

O crime

  O crime aconteceu no dia 24 de março, e foi considerado o maior da história do sistema prisional mineiro. Os responsáveis pela segurança no período estavam dormindo no momento do roubo e alegaram terem sido dopados. Não havia sinais de arrombamento no local.

  Na ocasião, foram roubadas 39 pistolas de calibre .40, seis submetralhadoras e cerca de mil cartuchos de munição utilizados na escolta de presos da cidade. A polícia convocou uma coletiva de imprensa no fim da manhã desta segunda-feira (21), na qual dará maiores detalhes sobre o caso.

POLICIA CIVIL RECUPERA 90% DAS ARMAS ROUBADAS DA CENTRAL DE ESCOLTAS EM RIBEIRÃO DAS NEVES

Segundo Wanderson Gomes, polícia encontrou 90% do arsenal.
Foram presos 4 suspeitos; armas foram roubadas em Ribeirão das Neves.

O delegado Wanderson Gomes, da Divisão de Operações Especiais (Deoesp) da Polícia Civil, informou, na manhã desta segunda-feira (21), que 90% das armas roubadas da Central de Escoltas de Ribeirão das Neves, no dia 24 de março, foram recuperadas. Além disso, quatro pessoas foram presas. Durante ação criminosa, 45 armas foram levadas da unidade do sistema prisional, ao lado da Penitenciária Dutra Ladeira.


Uma nota da Políca Civil diz que o caso está "totalmente esclarecido", mas não divulga outros detalhes. A corporação deve dar novos esclarecimentos ainda nesta manhã. Por volta das 10h45, um comboio chegou à sede do Deoesp, no bairro Gameleira, na Região Oeste, levando presos e o armamento recuperado. Policias exibiram algumas das armas.

Segundo um investigador, os presos são um agente penitenciário que estava de plantão no dia do roubo e um irmão deste, além de uma pessoa da região que ajudou na ação criminosa e um comprador do armamento. Não há confirmação oficial pelo delegado responsável pelo caso.

 
Trinta e nove pistolas .40 e seis submetralhadoras foram roubadas. Os agentes foram encontrados, na mudança de turno, alguns dormindo e outros passando mal. A suspeita é que eles tenham sido dopados. Alimentos que estavam no local foram recolhidos para perícia.
Por causa do roubo, nove agentes que estavam dentro da Central de Escoltas foram afastados preventivamente, e o local foi desativado. Lá ficavam os servidores responsáveis pela segurança no transporte de presos de todas as penitenciárias da cidade. À época do roubo, o subsecretário de Administração Prisional de Minas Gerais, Murilo Andrade de Oliveira, afirmou que o afastamento era um procedimento padrão, até que a Polícia Civil concluísse a investigação, e que os nove responderiam a processo administrativo.
 
 
Segurança
A casa onde funcionava a Central de Escoltas, de acordo com o subsecretário, não tinha alarme e nem circuito interno de TV. Uma câmera de segurança na Penitenciária Dutra Ladeira conseguia acompanhar o entorno da casa, mas não teria gravado nenhuma movimentação suspeita durante o roubo, no dia 24 de março.

As armas que foram roubadas estavam em dois lugares: dentro de um cofre e dentro de uma sala blindada. A Subsecretaria de Administração Prisional de Minas Gerais afirmou que nenhum destes locais foi arrombado, nem outra porta da unidade.

MAIORIA DAS ARMAS ROUBADAS EM RIBEIRÃO DAS NEVES É RECUPERADA

Polícia prendeu quatro suspeitos na madrugada deste segunda-feira, entre eles, um agente penitenciário; roubo foi considerado o maior da história do sistema prisional mineiro

PUBLICADO EM 21/04/14 - 10h29
JULIANA BAETA
JOHNNY CAZETTA
Quatro suspeitos foram presos na madrugada desta segunda-feira (21) pelo envolvimento com o roubo das armas na Central Integrada de Escoltas do Sistema Prisional, perto da Penitenciária Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Entre os suspeitos, está um agente penitenciário. Segundo a Polícia Civil, 90% das armas roubadas, foram recuperadas.

O crime aconteceu no dia 24 de março, e foi considerado o maior da história do sistema prisional mineiro. Os responsáveis pela segurança no período estavam dormindo no momento do roubo e alegaram terem sido dopados. Não havia sinais de arrombamento no local.
Na ocasião, foram roubadas 39 pistolas de calibre .40, seis submetralhadoras e cerca de mil cartuchos de munição utilizados na escolta de presos da cidade. A polícia convocou uma coletiva de imprensa no fim da manhã desta segunda-feira (21), na qual dará maiores detalhes sobre o caso.


10 de abril de 2014

PRESIDENTE DO SINDASPMG ANUNCIA VIA OFICIO AOS DEPUTADOS ESTADUAIS, POSSÍVEL GREVE DO SISTEMA PRISIONAL MINEIRO POR MOTIVO DE SUSPENSÃO DO ABONO FARDAMENTO


  Como consta em assinado pelo Presidente Adeilton de Souza Rocha no Oficio nº 010/2014/DEJUR DO SINDASPMG, comunicando aos Deputados o S:r. Sargento Rodrigues, Sr. João Leite e ao Deputado Estadual o Sr. Laffayete Luiz Doorgal de Andrada, uma possível GREVE no Sistema Prisional Mineiro.

  O motivo seria um processo enviado pela Auditoria Setorial da SUAPI ao Secretário de Defesa Social o Dr. Romulo de Carvalho Ferraz, recomendando a SUSPENÇÃO DO PAGAMENTO DE ABONO FARDAMENO aos servidores que não atuem em unidades prisionais, ou socioeducativas, que não façam uso de fardamento regularmente.

  Ora ate ontem tinhamos conhecimento que o ABONO FARDAMENTO ERA LEI ESTADUAL nº 16.076/2006 publicada no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais no dia 28/04/2006, onde:

DECRETO N.º 44.284, DE 27 DE ABRIL DE 2006.
Dispõe sobre o pagamento, a título de indenização, do fardamento para as carreiras de que trata a Lei nº 16.076, de 26 de abril de 2006.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, no uso da atribuição que lhe confere o inciso VII do art. 90 da Constituição do Estado e tendo em vista o disposto na Lei nº 16.076, de 26 de abril de 2006,
DECRETA:
Art. 1º Aos militares do Estado da ativa será assegurado pelo Estado, a título de indenização para aquisição de fardamento necessário ao desempenho de suas funções, o valor correspondente a 40% (quarenta por cento) da remuneração básica do Soldado de 1ª Classe, a ser paga anualmente no mês de abril.
Parágrafo único. O aluno de curso de formação receberá a indenização de que trata o caput no mês de sua inclusão.
Art. 2º O benefício de que trata o art. 1º aplica-se, no mesmo valor e nas mesmas datas aos servidores em atividades integrantes dos seguintes Quadro e Carreiras:
I - Quadro Específico de Provimento Efetivo da Polícia Civil;
II - Carreira de Agente de Segurança Penitenciário criada pela Lei nº 14.695, de 30 de julho de 2003;
III - Carreira de Agente de Segurança Penitenciário de que trata o art. 6º da Lei nº 13.720, de 27 de setembro de 2000;
IV - Carreira de Agente de Segurança Socioeducativo criada pela Lei nº 15.302, de 10 de agosto de 2004.
Art. 3º Aos prestadores de serviço, contratados temporariamente nos termos do art. 11 da Lei nº 10.254 de 20 de Julho de 1990, para exercer a função de Agente de Segurança Penitenciário e de Agente de Segurança Socioeducativo, de que trata o art. 3º da Lei nº 16.076, de 26 de abril de 2006, será pago mensalmente indenização para aquisição do fardamento necessário ao desempenho de suas atividades na proporção de 1/12 (um doze avos) da porcentagem determinada no art. 1º deste Decreto.
Segue abaixo Oficios enviados aos respectivos Deputados Estaduais.








Fonte: SINDASPMG

9 de abril de 2014

ASSALTANTES ROUBAM ARMAMENTO RESTRITO EM QUARTEL NO NORTE DE MINAS

Suspeitos desligaram a cerca elétrica e entraram pelo telhado; até o momento, ninguém foi preso

BRUNA CARMONA

A polícia procura pelos suspeitos de invadir um quartel da Polícia Militar (PM) e roubar armas de uso restrito em Urucuia, no Norte do Estado.


De acordo com a Polícia Civil, os assaltantes entraram no local durante a madrugada desta terça-feira (8). Eles desligaram a chave do disjuntor do sistema de energia para desativar a cerca elétrica, pularam o muro e entraram pelo telhado, que dá acesso direto à sala onde o material estava armazenado.
Foram roubados um fuzil, uma pistola .40, dois revólveres , munição e coletes à prova de balas. Ainda segundo a Polícia Civil, não há militares no local durante a noite e, por isso, ninguém viu a ação dos suspeitos.
O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Arinos, que fica a 70 km de Urucuia.
Mais um caso
Em março, a Central Integrada de Escoltas de Ribeirão das Neves, que fica próxima ao Presídio Antônio Dutra Ladeira, na região metropolitana de Belo Horizonte, teve 45 armas roubadas durante a madrugada. Nove agentes que estavam na unidade foram dopados pelos criminosos.
Pelo menos 45 armas foram levadas, sendo 39 pistolas e 6 submetralhadoras, além de 1.344 balas de calibre .40 por criminosos, segundo o comando do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate). Ainda não se sabe quantas pessoas estão envolvidas no roubo e como eles conseguiram entrar no local que conta com agentes penitenciários. 
A Polícia Civil montou uma força tarefa para solucionar o caso.
Matéria atualizada às 06h09 do dia 09/04/2014

2 de abril de 2014

Confirmado: SINDASPMG INFORMA QUE GOVERNADOR CONVOCARA OS EXCEDENTES DO CONCURSO DE 2012.

Companheiros,

Tenho a grata satisfação de comunicá-los que em reunião ocorrida, no final desta tarde (02/04), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, com o deputado Lafayette de Andrada, ele nos informou que o governador, Antonio Anastasia, atendeu a nossa solicitação de convocar os excedentes do último concurso para agente penitenciário.

Quero manifestar o meu agradecimento ao deputado Lafayette de Andrada por sua interlocução, em nosso favor, junto ao governo do Estado.

 Governador vai fazer o anuncio oficial amanhã no Palácio Tiradentes as 11:00 horas


Parabéns aos agentes penitenciário!



Adeilton de Souza
Presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de Minas Gerais  (Sindasp-MG).