Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

20 de junho de 2012

PROJETO BUSCA A RESSOCIALIZAÇÃO DE DETENTOS DO PRESÍDIO DE ITAMBACURI



Além de melhorar a auto estima dos presos, gera renda e o desejo de mudar de vida.


José Dias cumpre pena no presídio de Itambacuri. Mas, há dois meses, viu sua rotina mudar. Durante o dia, trabalha nesta obra de uma empresa de ração. À noite, o compromisso é na escola.
11 detentos participam do Projeto Reeducandos, da Secretaria de Estado de Defesa Social. Eles têm direito a três quartos do salário minimo e remissão de pena: para cada três dias trabalhados, um a menos na pena a ser cumprida. Motivação que faz Otacílio Quirino seguir os mesmos passos de seu José.
O serviço é supervisionado pelo encarregado, José Elias dos Santos, nos mínimos detalhes.

Para que o preso seja inserido no Projeto Reeducandos, cada um antes é avaliado por uma CTC (Comissão Técnica de Classificação), formada por enfermeiro, advogado, assistente social e psicólogo. Depois dessa avaliação, caso o detento esteja apto para trabalhar, é feito um comunicado à justiça.
A busca pela ressocialização acontece, também, no interior da unidade prisional de Itambacuri. Uma das formas de ocuparem o tempo é na produção de artesanato. Os produtos fabricados serão expostos na casa de cultura do município.

Outros trabalham no serviço da construção civil. Oito salas estão sendo erguidas. Entre elas, duas salas de aulas e uma alfaiataria. Uma forma de construir o futuro, sem se preocupar com o passado.


Nenhum comentário: