Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

28 de agosto de 2011

JUIZ DE TEÓFILO OTONI NÃO É O ÚNICO AMEAÇADO EM MINAS GERAIS

Reprodução TV Alterosa
Juiz vive inversão de direito: ele não pode mais andar livremente pelas ruas

O depoimento de um juiz ameaçado de morte é um grito contra a impunidade em Minas e no Brasil. Marcado para morrer, o magistrado de Teófilo Otoni não pode mais andar livremente pelas ruas. Tudo por que fez justiça e condenou um assassino a 18 anos de prisão. Flávio Prado foi ameaçado pelos criminosos. Agora, na rotina, há um segurança armado.

Acompanhe o caso:

Juiz mineiro está ameaçado de morte

A morte do magistrado foi planejada de dentro do presídio. O caso foi descoberto uma semana depois da morte da juíza Patrícia Lourival Acioli, no Rio de Janeiro. Considerada linha dura, principalmente com as milícias.

O Conselho Nacional de Justiça disse que, em Minas, 20 juízes estão ameaçados de morte. O poder judiciário do Estado disse que são 13 que recebem escolta. 

VEJA O VÍDEO ABAIXO: