Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

6 de outubro de 2011

DETENTOS DE MINAS GERAIS FARÃO PROVA DO ENEM EM NOVEMBRO

Os responsáveis pedagógicos das unidades prisionais de Minas Gerais estão realizando a inscrição dos detentos para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). As inscrições vão até o dia 17 de outubro e as provas serão aplicadas nos dias 28 e 29 de novembro, dentro das próprias unidades, em salas especialmente preparadas. No ano passado, 221 presos participaram do exame.
Além do número do registro nas unidades prisionais, para efetuar as inscrições é imprescindível a apresentação do Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos presos. Desde março do ano passado a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) mantém convênio com a Receita Federal para regularização do CPF e RG da população prisional. Servidores das unidades prisionais são treinados no processo de regularização dos documentos e, hoje, 8010 presos têm o CPF regularizado e lançado no Infopen.

O subsecretário de Administração Prisional, Murilo Andrade de Oliveira, reforça o empenho do sistema prisional para viabilizar a realização do exame pelas pessoas que estão privadas de liberdade. “A realização do ENEM vai ao encontro da política de humanização, que tem duas vertentes principais, que são o estudo e o trabalho. A prova traz aos presos a oportunidade de galgar novos sonhos, inclusive ingressar no ensino superior”, afirma.


Sucesso

Frederico Martins Pádua Alves, de 28 anos, está preso na Penitenciária José Maria Alkimin, em Ribeirão das Neves, e é um dos presos que fizeram o ENEM o ano passado. Ele tinha concluído a 8ª série do Ensino Fundamental na escola da unidade e a pontuação que obteve no exame foi suficiente para que ele conseguisse a certificação do Ensino Médio e ganhasse uma bolsa de 50% do Programa Universidade para Todos (ProUni) para o curso de Turismo do Centro de Gestão Empreendedora (FEAD).


O curso é feito à distância e a mensalidade é paga pelo próprio detento, por meio do salário que ele recebe por trabalhar na padaria da unidade prisional. Frederico trabalha de madrugada e o dinheiro que recebe é quase integralmente utilizado para o pagamento da mensalidade. “Vale a pena com certeza absoluta. Acho que foi a melhor conquista que já tive. Foi dentro da adversidade, dentro do pior momento da minha vida, que conquistei um dos melhores”, disse.


A felicidade de ingressar no ensino superior repercute em toda a família. “Minha mãe está muito orgulhosa porque depois de muita decepção, muita angústia e sofrimento, consegui enxergar que nada daquilo valia a pena”, conta. Mas o principal ganho é a perspectiva de uma vida nova quando estiver livre. “Antes da Copa já pretendo estar trabalhando”, prevê.


Conteúdo


No primeiro dia de prova do ENEM serão avaliados os conteúdos de Ciências Humanas e Ciências da Natureza. No segundo dia o conteúdo será Linguagens, Códigos, Matemática e Redação.


As provas são diferentes daquelas do Enem regular, que acontecerá nos dias 22 e 23 de outubro, mas apresentam o mesmo nível de dificuldade. Os detentos que forem aprovados poderão concorrer a uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) e a vagas em universidades que aceitam a nota do Enem como critério de entrada para o Ensino Superior.


Os responsáveis pedagógicos das unidades poderão acessar os resultados individuais dos participantes pelos relatórios disponibilizados no sistema de inscrição, mediante a inserção de uma senha pessoal. Caso os participantes tenham a liberdade decretada após a realização do exame, eles mesmos podem acessar os resultados.
 
Crédito foto: Carlos Alberto/ Secom MG 
Fonte: www.seds.mg.gov.br

Um comentário:

JARBAS SOARES FARIAS disse...

parabens BRUNO seu blog esta muito rico em noticias,gostei sucesso e um abraço