Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

22 de março de 2011

DEFESA SOCIAL ASSUME CADEIA PÚBLICA DE NANUQUE


A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) assumiu a administração da cadeia pública de Nanuque, no Vale do Jequitinhonha, nesta terça-feira, dia 22. Com a mudança, a Suapi atinge a marca de 119 unidades prisionais sob sua responsabilidade. A assunção é a primeira das cinco que ocorrerão ainda este ano na região de Teófilo Otoni. “A transferência dessa unidade para a Suapi dá continuidade ao projeto do Governo do Estado de assumir, até 2014, todas as cadeias que ainda se encontram sob responsabilidade da Polícia Civil”, destaca o subsecretário de administração prisional, Murilo Andrade de Oliveira. 
Ao assumir o comando da unidade, a Suapi transforma a cadeia pública em presídio, promovendo mudanças estruturais que vão desde o uso de uniforme obrigatório para os detentos até a visitação, que só será permitida após o visitante fazer seu cadastro na portaria, mediante apresentação de documentos que incluem atestado de antecedentes criminais, comprovante de residência e cópias do RG e CPF. 

Parceria
Agente Penitenciario e o Diretor Geral
Com a transferência, policiais civis e militares foram liberados para desempenhar suas funções de investigação e policiamento preventivo e repressivo, respectivamente, sendo substituídos por 50 agentes penitenciários especialmente treinados para assumir a função de guarda e escolta de presos.
O delegado regional de Nanuque, Luis Carlos de Araújo, parabenizou a ação do governo e disse que, a partir de agora, a cidade passa a contar com a parceria fundamental de mais um órgão de segurança publica, que é a Suapi. “A assunção da cadeia pela Subsecretaria de Administração Prisional da Seds representa, para a Polícia Civil, a retomada dos trabalhos de investigação que estavam praticamente parados”, revela.
Além dos serviços de rotina da delegacia, cinco investigadores, cinco agentes penitenciários e um policial militar se revezavam em escalas de plantão noturno na guarda dos presos. Isso sem contar outros 14 investigadores que ficavam sob a responsabilidade do reforço do banho de sol e controle da visitação dos detentos durante toda a semana. 

Procedimento
De acordo com o diretor de segurança interna da Suapi, Luiz Carlos Danunzio, a assunção foi realizada com tranquilidade. Vinte agentes do Comando de Operações Especiais (COPE), da Suapi, e outros 12 agentes do presídio de Teófilo Otoni participaram da operação.  “Os detentos foram conduzidos para o pátio, onde tiveram os cabelos cortados e receberam os uniformes. Houve limpeza nas celas e todos receberam kits contendo produtos básicos de higiene e uso pessoal, com destaque para os novos colchões”, afirmou. 
          Para viabilizar as adequações, nos primeiros trinta dias após a implementação das mudanças, as visitas aos presos ficarão suspensas. A medida faz parte do Procedimento Operacional Padrão (POP), manual que disciplina os direitos e deveres dos detentos, funcionários e visitantes, adotado em todas as unidades prisionais do sistema de Defesa Social.
       A partir de agora todos os detentos terão atendimentos jurídico, social, odontológico, médico, psicológico e quatro refeições diárias, com cardápio supervisionado por nutricionista.  




Nenhum comentário: